Começou neste sábado (15) o período em que o ministro Jorge Mussi exercerá a presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), durante as férias forenses.

Até o final do mês, o presidente da corte, ministro Humberto Martins, está de férias, e retornará para a sessão da Corte Especial do dia 1º de fevereiro, na abertura do ano judiciário.

Jorge Mussi comandará o STJ analisando os processos com pedido de medidas urgentes, além das matérias de competência da presidência. 

Segundo o ministro, a parceria entre ele e o presidente Humberto Martins tem funcionado muito bem. “O jurisdicionado pode ter confiança na mesma prestação rápida e eficiente dos serviços ao longo deste mês de janeiro”.

Durante o período, Jorge Mussi estará presencialmente no tribunal para despachar, contando com o auxílio técnico das demais áreas do STJ.

Sobre o ministro vice-presidente

Natural de Florianópolis, Jorge Mussi se formou em direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atuou na advocacia e, antes de se tornar magistrado, foi procurador-geral de Florianópolis, consultor jurídico de Santa Catarina, conselheiro e tesoureiro da Seccional da OAB naquele estado.

Na magistratura, foi desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), órgão que presidiu de 2004 a 2006, e membro do Tribunal Regional Eleitoral. Durante 11 dias do último ano da gestão no TJSC (de 12 a 23 de janeiro de 2006), foi governador do estado, em substituição temporária ao chefe do Executivo. A nomeação para o STJ ocorreu em dezembro de 2007.